Adicione o texto do seu título aqui

Sem dúvida, para garantir viagens mais seguras e tranquilas, um bom caminhoneiro precisa ficar de olho em todos os componentes do veículo. Desse modo, os sistemas também devem estar em perfeitas condições de funcionamento. Pensando nisso, hoje queremos falar sobre a cuíca de freio, que é peça fundamental para um conjunto muito importante do caminhão.

Quer saber mais sobre o assunto? Então continue a leitura e tire suas dúvidas!

O que é a cuíca de freio?

Também conhecidas como spring brake, cilindros ou atuadores de freio, as cuícas são encontradas nos eixos traseiros e dianteiros dos caminhões. Dessa forma, a peça é a responsável por parar e manter o veículo em repouso. Uma cuíca de freio é composta por molas que interagem com a lona, sapata e tambor de freio.

Do mesmo modo, o produto conta com uma grande variedade de marcas no mercado. Além disso, existem também diferentes tamanhos desta peça para caminhão como, por exemplo: 12″ x 16″, 14″ x 16″, 16″ x 24″, 20″ x 24″, 20″ x 30″, 24″ x 24″ e 30″ x 30″

Como o componente funciona?

De fato, uma das principais dúvidas sobre a cuíca de freio é sobre o seu funcionamento.

Portanto, a peça repassa força necessária para frear emanter o caminhão parado. Pois quando ele está em movimento sua pressurização comprime a mola da cuíca de freio e libera a pressão, que após ser descomprimida realiza esta função.

Mas é importante que você entenda que existem dois tipos de cuícas: as de câmaras de serviço e as de freio estacionário.

Então, no primeiro caso existe o compartimento de serviço e os componentes se aplicam em eixos dianteiros, ajudando a garantir a frenagem com o veículo em movimento.

Já as câmaras estacionárias são aplicadas aos eixos traseiros e, além de frearem, ajudam a manter o caminhão em repouso, por conta da força aplicada pela mola de estacionamento. 

Aliás, queremos falar também sobre a instalação da peça, que deve ser feita por um mecânico capacitado para a tarefa. Assim, é possível evitar problemas e danos ao item que compõe o sistema de freios e ajuda a garantir a segurança do veículo.

Além disso, vale lembrar que a cuíca de freio pode ser destravada manualmente por profissionais especializados. Este tipo de serviço deve ser realizado apenas por pessoas que dominem a tarefa. Pois é preciso cuidado com sua manipulação, já que a mola tensionada pode oferecer riscos de lesões ao mecânico.

Por fim, é fundamental ficar de olho em vazamentos e outros problemas. Afinal, trata-se de um componente muito importante e a sua segurança deve ser priorizada antes de qualquer coisa.

Quanto custa a cuíca de freio?

Conforme já citamos, existem diferentes marcas e tamanhos desta peça. Portanto, não é possível citar um único preço para este item. Pois cada fabricante coloca o seu valor.

Mas o que devemos considerar é a importância deste componente. Aliás, acompanhamos com frequência notícias tristes envolvendo acidentes nas rodovias. Infelizmente, alguns deles são por conta de falhas mecânicas ou em razão da falta de manutenção nos vários sistemas dos veículos, incluindo o sistema de freio.

Estamos Online?